História

Jubileu de Prata da Paróquia São Francisco de Assis



“O tempo passa muito depressa...”.

Com estas palavras, no dia 25 de novembro de 2010, o Padre Doutor Jurandir Coronado Aguilar, a convite do pároco Padre Edinaldo Velozo da Silva, iniciou a explanação, no Centro de Pastoral, sobre a importância da celebração do Jubileu na vida da igreja e da Comunidade de fé.

Formou-se aos poucos a comunidade no Jardim Gutierrez.  Um dos terrenos onde se encontra instalada atualmente a Igreja matriz foi doado pela Prefeitura de Campo Mourão. Isso ocorreu através da Comissão Provisória formada em 19 de setembro de 1981 composta por Hélio Duarte Freitas, Antonio Aragão Filho e Lauro Alves da Silva.  

A área doada no Jardim Gutierrez estava localizada da seguinte forma: área de 1.159m², ou seja, uma data triangular, localizada entre a Rua das Garças e Rua Mato Grosso.

Na década de 80, mais precisamente no ano de 1981,  um grupo de fiéis católicos iniciaram na Vila Teixeira, em Campo Mourão-PR, um trabalho pioneiro de construção material e espiritual na comunidade;  não apenas com discursos e palavras bonitas mas com ações e gestos concretos, refletindo o desejo de participação na evangelização da nossa Diocese. Os encontros se realizavam no Centro Social Urbano, em razão de não haver um local apropriado para abrigar o grande número de  leigos que participavam desse grupo. Então, surgiu a ideia de fundar uma capela na Vila Teixeira. Amizades se formaram, conhecimentos se agregaram em prol desse objetivo.

O Padre Oscar Nedel, tomando conhecimento desse fato,  entusiasmou-se e interveio junto ao Sr. Vitor Teixeira o qual doou duas datas que foram anexadas  ao terreno da Capela e outros dois terrenos foram adquiridos pela Mitra Diocesana em Dezembro de 1982.
A comunidade se mobilizou e estruturou a capela, sendo escolhido São Francisco de Assis como padroeiro. No dia 30 de maio de 1982 foi celebrada a primeira missa na Capela São Francisco de Assis.
A vida espiritual da comunidade acontecia através da realização de Curso de Pais e Padrinhos, Catequese, Jovens, Grupos de Reflexão. A Santa Missa era celebrada à noite, em sábados alternados.

Em 19 de setembro de 1981 foi escolhida uma diretoria provisória, presidida por Marcos Castro Alves, que preocupado com a carência espiritual e o aconchego comunitário expôs a necessidade de formar uma diretoria definitiva, sendo que a eleição da mesma aconteceu através de votação secreta em 23 de janeiro de 1982,  eleito  como presidente Élio Francisco Guidi.


A comunidade reunia-se em prol da construção da igreja e o desenvolvimento espiritual da comunidade. O envolvimento ativo de cada um fortalecia a todos. Os recursos financeiros para a construção da igreja, para abrigar os fiéis nos momentos de oração, reuniões que buscavam o crescimento e fortalecimento dos moradores local, foram oriundos de livro ouro, rifas, bazar com roupas usadas, chás beneficentes, doações, churrasco, trabalho voluntário. O trabalho era árduo  mas  gratificante.
Os primeiros passos nas atividades pastorais foram dados através daqueles que assumiram a coordenação das mesmas:


- Catequese – sob a coordenação da Irmã Dalva F. da Rocha,
- Grupo de Jovens – Oliveira Pereira Lopes e Daniel Lopes de Souza
- Grupo de cantores – orientados por Sinclair Boniatti
- Grupos de Reflexão – Maria Helena
- Vicentinos (Conferência São Vicente de Paula) – formada a primeira diretoria em março de 1983, sendo primeiro coordenador Sr. Modesto
- Dízimo teve seu primeiro programa lançado em 1983, sendo primeiro responsável  Sr. Altemar Teixeira Martins.

- O primeiro ministro foi o Sr. José Costa que realizava culto nos domingos,inicialmente às 15h.


Foi realizado o primeiro tríduo em  dedicação a São Francisco de Assis  nos dias 21,22 e 23 de outubro de 1982. A Celebração da Primeira Eucaristia aconteceu no dia 24 de outubro de 1982, pela primeira vez na comunidade,  logo após aconteceu grande festa na comunidade. Tudo preparado e organizado  por integrantes da comunidade São Francisco de Assis.  O desenvolvimento da comunidade acontecia através das graças de Deus e do trabalho de homens e mulheres.



Em 1982 a Capela São Francisco de Assis recebeu como doação da Catedral São José  o primeiro sacrário e a imagem de São Francisco (que  continua exposta no Centro de Pastoral).

 No ano de 1984 preocupados com o bem estar da assembléia nas celebrações eucarísticas, cogitou-se pela primeira vez em pedir colaboração financeira da igreja católica alemã para as obras da igreja. Alguns anos mais tarde a solicitação foi concretizada.

Outro fato marcante neste ano foi a primeira coroação de Nossa Senhora, pelas crianças da Catequese, quando também  recebeu-se o altar da matriz.

Nesta trajetória a presença das religiosas foi de fundamental importância  para a vida dos que aqui viviam e participavam, sendo elas: Irmã Maria Dalva, Irmã Maria de Lourdes, Irmã Maria José e  Irmã Arlete.

Em 1985, chegaram Irmã Maria Creuza, Irmã Regina e Irmã Alta, pertencentes à Congregação Filhas de Santana, que aqui desenvolveram suas atividades com esforço e dedicação, tendo permanecido até o ano de 1987, as quais residiam em uma casa de alvenaria de propriedade da capela. 

No dia 03 de outubro de 1985 iniciaram-se às  reuniões do  Apostolado da Oração, com a iniciativa da Irmã Regina e no dia 21 de outubro de 1985 foi eleita a primeira diretoria  tendo como presidente Maria Helena P. Souza.

 

Também estiveram à frente da Diretoria da Capela alguns leigos que contribuíram nesta caminhada: o Sr. Helio Duarte de Freitas, presidiu a Diretoria no período de 22/08/1983 a  02/03/1985; em seguida assumiu a presidência, o Sr.  Warno João, que foi substituído em 25/02/1986 pelo Sr. Adelino Ribeiro dos Santos e, a partir de janeiro de 1987, assumiu o Sr.  Lauro Ambrózio.


Até a instalação da paróquia no dia 05 de abril de 1987 os padres João Oscar Nedel, Bruno Pedro Rabuske, Boleslaw Sisz, Nelson Grandi  e  Pedro Paulo Dias. Eles favoreceram com suas presenças, a multiplicação das vocações,  possibilitando aos fiéis participarem do banquete do Senhor – a  Eucaristia – fonte e ápice da vida cristã.


Com a instalação da Paróquia São Francisco de Assis, tomou posse como primeiro pároco, Padre André Gautreau. Ele permaneceu até 24 de fevereiro de 1989. Até o ano 1988 contava-se com  uma Diretoria Provisória eleita composta por :

 

(Pe. André Gautreau - Nascimento: 12/07/1926  -  Ordenado presbítero na França em 29/06/1954 -  Falecimento:  22/01/2019

Padre André foi ordenado padre, na França em 29 de junho de 1954. Chegou em Campo Mourão no dia 29 de janeiro de 1963, para cumprimentar Dom Eliseu Simões Mendes, Bispo Diocesano. Durante vários anos trabalhou em diversas paróquias da Diocese de Campo Mourão.

Com a instalação da Paróquia São Francisco de Assis em 05 de abril de 1987,  tomou posse como primeiro pároco, permanecendo até 24 de fevereiro de 1989. Nos últimos 2 anos  estava morando na Casa de Repouso para Padres Missionários de São Tiago, na França, sua terra natal.  )


Presidente – Lauro Ambrósio da Silva,
- 1° Secretário – Lauro Alves da Silva,
- 2° Secretário – Sergio Yamada,
- 1° Tesoureiro – Lourival Arantes,
-2° Tesoureira – Antonieta Gentil,

Além destas pessoas havia um  Conselho Fiscal Efetivo e Suplente.

A partir de 1988, em todas as paróquias da Diocese, foram criados os Conselhos Administrativos Paroquiais -  CAPs. Para a formação deste Conselho na paróquia foram eleitos em  07 de fevereiro de 1988:

- Presidente – Eduardo Kingelski,
- Secretário – Atahyde Eduardo Vitorino
- Tesoureiro – Cicero Salustiano dos Santos
- Conselheiros : Amador Pereira Rodrigues, Osvaldino Arthur da Rosa, Mario Antonio Pereira.



Neste período a igreja matriz estava instalada em um barracão de madeira, chamada  de igreja velha,  com o passar do tempo e o aumento significativo de fiéis, sentiu-se a necessidade da construção de um novo templo para acolher a palavra de Deus e celebrar a Eucaristia, desta forma em 03 de novembro de 1987 foi apresentado o primeiro projeto de construção para a nova  matriz. Para a concretização desse sonho, iniciaram-se as promoções e eventos  para a arrecadação de recursos financeiros, onde todos  trabalhavam e participavam,unidos nas festas, quermesses, bingos, churrascos e doações. Reuniam-se  nestes momentos pessoas  de outros bairros da cidade, em prol do  objetivo proposto, sempre com a intercessão e a proteção do  padroeiro São Francisco de Assis.



A comunidade crescia em número de participantes e espaço  territorial. O Padre Sebastião Martiniano França, em fevereiro de 1989, assume a paróquia  o qual permaneceu até  30 de janeiro de 1993. Em  julho do mesmo ano celebra-se a cerimônia da Crisma de quarenta e um adolescentes, Batismo e Primeira Comunhão de seis adultos. Em agosto  a planta da nova igreja matriz estava elaborada e a construção iniciou-se em 24 de outubro. Neste mesmo mês foi encaminhada uma carta para a ADVENIAT, entidade católica alemã, solicitando apoio financeiro para a construção. O pedido foi atendido e a paróquia São Francisco de Assis recebeu 50 mil marcos alemães para esta finalidade.  As promoções para angariar recursos financeiros para a obra continuavam. Em  março de 1990 foi eleita a nova diretoria do Conselho Administrativo Paroquial,   empossada em 08 de abril de 1990, na missa presidida pelo Bispo Diocesano Dom Virgilio de Pauli, comemorando-se também os três anos de criação da Paróquia São Francisco de Assis.



- Presidente – Warno João Hahn
- Secretário -  Cláudio Fritzen  (in memoriun)
- Tesoureiro – Jaime Zago
- Conselheiros : Sebastião Arruda, Osvaldino Artur Rosa e Maria Barbosa.

No mês de dezembro com a participação do Padre José Kalsing de Janiópolis, Padre Pedro Liss de Iretama e do missionário leigo do Instituto MEAC Artur Miranda e um casal de Brasília-DF e membros da comunidade Valdemar Frenerich e Marli, Lourival Ambrozino Arantes e  Luzia, Oliveira Pereira Lopes e Taícia, aconteceu a implantação do dízimo. A partir deste trabalho houve a  conscientização sobre a importância desta doação. No dia 27 de abril de 1991 em missa vespertina presidida por Dom Vírgilio de Pauli, foi empossada  a comissão integrada por:



- Presidente – Valdemar Frenerich
-Vice - Presidente – Oliveira Pereira Lopes
- Secretário – Julmi Canaver (in memoriun)
- Vice – Secretário – Devair Jesus de Souza
- Tesoureiro – Laércio Figueiredo
- Vice-Tesoureiro – José Milton da Costa
Conselheiros: Sérgio Molizi Yamada, Adelino Ribeiro dos Santos, Devair Francisco Ramos, Manoel Martins de Moraes, José Agnaldo Feitoza e Valdir Letrare.


E, no dia 26 de setembro,  do ano de 1991, com a graça de Deus, ajuda dos irmãos da Alemanha e esforço conjunto da comunidade, é inaugurada a nova igreja matriz. O sonho torna-se realidade,desafios vencidos. Um marco no município de Campo Mourão. A missa de inauguração da Igreja dedicada a São Francisco de Assis foi presidida pelo Bispo Diocesano Dom Virgilio de Pauli, Padre Sebastião Martiniano França – pároco, Padre Jerônimo Zonca, Padre Jurandir Coronado Aguilar e o Irmão Franco Giassi. Um grande momento festivo.  Em maio de 1992, em missa presidida pelo Reverendíssimo Padre Francisco Robe, Vigário geral e procurador da Mitra Diocesana, a diretoria eleita da Comissão Administrativa Paroquial é empossada, composta:



- Presidente – Sergio Molizi Yamada
- Vice - Presidente – Devair Jesus de Souza
- Secretário – Julmi Canaver
- Vice – Secretário – Oliveira Pereira Lopes
- Tesoureiro – Laércio Figueiredo
- Vice-Tesoureiro – Carlos Marek Filho
- Conselheiros: Valdemar Frenerich, Hélio Freitas, Manoel M. Moraes, Jair Barroso, José Milton da Costa e Valdir Letrare.





A figura feminina na caminhada paroquial



Nesses anos de lutas e conquistas o papel da mulher foi fundamental no espaço paroquial, que através de suas diversas habilidades, criatividade e  a maneira individual de cada uma de ser, fizeram desta, uma comunidade especial. Apesar da maioria desses nomes não constarem nos livros da história, foram de grande importância na construção da Paróquia. 250  estão impressos nesta  página, muitos outros nomes silenciosamente estão no coração dos paroquianos. A todas o nosso carinho e agradecimento.
 

Adelaide, Adélia, Adriana, Alaide, Alice, Almira, Alzira, Amabile, Amanda, Ana, Anair,  Anaite, Andréia, Andreza, Angela, Angelina, Antonia, Antonieta, Aparecida, Aracélis, Arilda, Aurelina, Aurora, Beatriz, Bernadete, Brendha, Bruna, Cacilda, Camila, Carmem, Caroline, Célia, Celma, Cenira, Cibele, Clarice, Claudete, Claudia, Claudicéia, Cleci, Cleonice, Cleuza, Creuza, Cristiana, Cristine, Daine, Dália, Damazia, Daniele, Darci Maria, Dayane, Delair, Denise, Dirce, Diva, Domercilia, Doralice, Duralina, Édia, Edina, Elair, Elizete, Elusia, Elvira, Elza, Elzina, Emerenciana, Erika, Eslaine, Euzina, Everli, Fabiana, Fátima, Fernanda, Filomena, Flora, Franciele, Gabriela, Gelsita, Genessi, Geny, Geralda, Gessica, Gilda, Graça, Guiomar, Helen, Helena, Hipólita, Idalina, Idazima, Ilda, Ilzete, Inês, Iolanda, Iraci, Irene, Irmã Ana Alta, Irmã Ana Dalva, Irmã Ana Eliane, Irmã Ana Gaetanina, Irmã Ana Maria Crueza, Irmã Ana Maria de Lurdes, Irmã Ana Maria Regina, Irmã Lurdes, Isadora, Iva, Ivone, Izabel, Izabella, Izadora, Jaci, Jacira, Janilse, Jheniffer, Joana, Joelma, Josi Aparecida, Josefa, Joseli, Jucelina, Julia, Jurema, Karen, Karine, Karlla, Katherine, Kelli, Laide, Lena, Lenara, Leonice, Leonilda, Leticia, Lidia, Lidiane, Linda, Luceni, Luci, Lucia, Luciana, Lucimara, Lucinéia, Lurdes, Luzia, Mara, Marcela, Marcia, Marcilene, Margarete, Mari, Maria Aparecida, Maria Augusta, Maria Clara, Maria Consolação, Maria Cristina, Maria de Lourdes, Maria do Carmo, Maria Eduarda, Maria Elma, Maria Helena, Maria Ilisa, Maria José, Maria Madalena, Maria Regina, Maria Rezende, MariaRute, Maria Soraia, Maria, Mariana, Marilena, Marili, Marina, Marisa, Maristela, Marlene, Marli, Marluce, Marta, Matilde, Matilde, Michele, Mônica, Mylene, Nadia, Nadir, Nair, Nathalia, Nayara, Neiva, Nelci, Neli, Neusa, Nevialinda, Nilza, Noeli, Olga, Olira, Olivia, Oscarina, Osilde, Pamela, Patricia, Pedrina, Priscila, Rafaela, Raquel, Regiane, Regina, Renata, Rita, Rosa, Rosalina, Rosane, Rosangela, Roseane, Roseli, Rosemere, Rosicler, Rosimar, Salete, Sandra, Sebastiana, Silvana, Silvia, Simone, Sinclair, Sirlene, Sirley, Solange, Sonia, Sueli, Taicia, Tania, Tatiane, Tereza, Terezinha, Thais, Thelma, Valderez, Valentina, Valeria, Valnice, Vanda, Vanessa, Vanilde, Vera, Vitória, Viviane, Zelia, 



Aos 31 dias do mês de janeiro de 1993, às 19h, em missa presidida por Pe. Francisco Robel e concelebrada pelos padres Sebastião Martiniano França, Roberto Carlos Reis e Jurandir Coronado Aguilar, aconteceu a despedida do Padre Sebastião que agradeceu a comunidade pelo apoio recebido. A cerimônia de posse teve seu ponto alto quando Pe. Francisco solicitou que se fechassem as portas da igreja e o presidente do C.A.P Sergio Molizi Yamada entregou as chaves  para  Padre Roberto, que abrindo-as assumiu a caminhada da paróquia, o qual fez uso da palavra e conclamou a todos para uma caminhada mais engajada com a Igreja. Em nome dos paroquianos falou o secretário do Conselho Administrativo Paroquial Julmi Canaver agradecendo ao Pe. Sebastião pelos trabalhos realizados e desejando sucesso na nova missão.

 

(Pe. Sebastião Martiniano França - Nascimento: 17/11/1949 - Ordenado presbítero  em 10/12/1988 - Falecimento: 28/02/2019

Faleceu no dia 28 de janeiro  Pe. Sebastião Martiniano França, 2º pároco da Paróquia São Francisco de Assis.  Filho de  Benedito Martiniano França e Maria Dias França foi ordenado presbítero em 10/12/1988.)

 

Tomou posse como pároco  no dia 25 de fevereiro de 1989 permanecendo até 30 de janeiro de 1993.

Neste período a igreja matriz estava instalada em um barracão de madeira, chamada  de igreja velha, Inauguração da igreja de material em 26 de outubro de 1991.



Em reunião extraordinária realizada no dia 04 de fevereiro disse Pe. Roberto: “...o essencial é que as palavras encontrem eco em nossa vida, para que o nosso povo seja   atraído para o ser igreja, então a Igreja templo será o reflexo da Igreja povo...”.
 

A abertura da primeira gincana inter-bairros aconteceu em 16 de maio de 1993, composta por 06 equipes:
Aramaia ( Jardins araucária e Maia)
Arrastão ( Conjunto Capricórnio)
Lalour (Jardins Laura e Lourdes)
Pé na Tábua (Jardim Country Club e Vila Teixeira)
Sai da Frente (Jardim Flórida)
Unidos do Guti (Jardim Gutierrez)


Algumas provas realizadas durante a gincana : coleta de papel, litros, caixas de ovos para venda, sendo o recurso financeiro revertido para a Igreja. A Gincana consistia também na  prova de arrecadação de alimentos e  de carne para o churrasco da  Festa do Padroeiro, o Concurso da Garota Inter-bairros, provas culturais, esportivas e de conhecimento da vida paroquial.


Nas dependências da Escola Municipal “Parigot de Souza”, no dia 18 de julho do mesmo ano, com a participação de 55 paroquianos, elegeu-se a  diretoria do Conselho Administrativo Paroquial – CAP, para a gestão 1993/1994,sendo a posse no dia 25 de julho, com a presidente recebendo uma bíblia das mãos do pároco.


- Presidente –  Joana da Silva de Souza e Devair  Jesus de Souza;
- Vice - Presidente – Waldemar Frenerich e e Marli  Trojan Frenerich;
- Secretário – Inez Batista;
- Vice secretário: Lauro Alves da Silva e Jacir Souza da Silva;
- Tesoureiro –  Hélio Duarte de Freitas e  Maria José de Freitas;
- Vice tesoureiro – Jair Augusto Barroso  e Regina  Grejanin Barroso;
- Conselheiros: Marcos Castro Alves e Marluce Castro Alves, Mário Stela e Maria Valentina Stela, Sandro da Rosa e  Rosane Oliveira da Rosa, Geraldo Corrent e Nelci Corrrent, Aldevino Aparecido Silva da Cruz e Lúcia Silva Cruz, Paulo Rufino de Souza e Maria José Souza, Julmi Canaver e Terezinha  Canaver, Augusto Alves Moreira e Ivone Gonçalves da Silva Moreira, Edison Natalino da Silva e Leonice Casarim de Mattos, Antonio Rocha e Doralice Camilo Rocha.



Em  31 de julho de 1993  foi apresentada a planta do salão paroquial com área de 465m, no mês de outubro aconteceu o aumento do espaço físico do presbitério melhorando assim a comunicação entre o padre  e a assembléia. Iniciou-se  as obras do salão paroquial em sistema de mutirão e a   Campanha para arrecadação financeira em prol da aquisição e colocação do piso da Igreja matriz. Em 1993 a casa paroquial estava situada na Rua dos Canários, 321, Vila Teixeira.



No mês de fevereiro de 1994 o pároco e o Conselho Administrativo apresentaram  ao Padre Francisco Roble, representante  do Bispo Diocesano, um documento a ser encaminhado para Alemanha, solicitando apoio financeiro para a construção do Centro de Pastoral.
No período de 22 de maio a 05 de junho foi realizada  a Segunda Gincana Inter-bairros,a qual mobilizou  a paróquia e a cidade nas atividades realizadas.


Em reunião, o pároco e o Conselho Administrativo Paroquial, no dia 11  de junho de 1994, informou  as lideranças  sobre a realização das Missões Populares com os Freis Capuchinhos nas sete  paróquias da cidade de Campo Mourão, para o ano de 1995. Com a presença de 46 paroquianos realizou-se no dia 03 de julho do ano em curso a Assembléia Paroquial, quando as pastorais, movimentos e serviços apresentaram os trabalhos da caminhada  iniciando-se o processo de setorização da matriz. No mesmo dia aconteceu a eleição da C.A.P, quando foram reeleitos:
- Presidente = Devair e Joana Souza
- Vice-Presidente – Valdemar e Marli Frenerich
- Tesoureiro  - Hélio Duarte e Maria José Freitas

 

Com a eleição de:
- Vice-Tesoureiro: Mário e Maria Stela
-Secretário – Denny C. Faria
- Vice-Secretáro – Adriano de Freitas

 

No mês de agosto encaminhou-se para a Alemanha, o orçamento do centro de Pastoral no valor de 60 mil dólares em 510 m² de construção. Iniciou-se o ano de 1995 com a concretização da setorização, sendo a matriz dividida em 04 setores, tendo como primeira coordenação:
- Setor 1 – Jardim Gutierrez e Vila Teixeira (Coordenação:  Odair  e Maria Neide Arantes)
- Setor 2 – Jardim Flórida (Coordenação: Geraldo e  Nelci Corrent)
- Setor 3 – Jardins Country Club, Laura e Lourdes (Coordenação: Nevialinda Maria Zavadniak)
- Setor 4 – Conjunto Capricórnio e Jardins Maia e Araucária (Coodenação: Edmilson e Lucia Zagui)


No mês de maio, foi impresso a 1ª edição do Boletim Informativo Paroquial, objetivando prestar informações sobre a situação  econômica através do Balanço Financeiro e também informações referentes ao trabalho pastoral da comunidade e no mesmo mês a realização da Terceira Gincana Inter-bairros.


Na  Assembléia Paroquial do dia 30 de julho apresentou-se as Novas Diretrizes da Igreja, destacando-se as pastorais: Família, Juventude, Catequese e Grupos de Reflexão, com avaliação satisfatória do primeiro semestre da setorização. Nesta data foi eleita a nova diretoria do Conselho Administrativo paroquial:


- Presidente -  Paulo Rufino e Maria José
- Vice-Presidente – Valdemar e Marli Frenerich
- Tesoureiro - Cícero e Marisa Salustiano
- Vice-Tesoureiro:  Alcir e Fátima Ribeiro
- Secretário – Antonio e Aparecida Salésio
-Vice-Secretária – Adriana A. da Silva e Carmem Lucia Soares

No mês de agosto iniciou-se a negociação da venda da casa paroquial, com o objetivo de angariar recursos para a colocação do forro na igreja matriz.

No dia 27 de agosto de 1995, após um ano  de preparação, teve início em nossa paróquia as Missões Populares, com  participação dos Freis Capuchinhos, visando colaborar na caminhada paroquial, contribuindo desta forma em um processo de reanimação pastoral, fortalecendo os trabalhos existentes e abrindo  horizontes para a vida comunitária, levando sempre em consideração o Plano Pastoral da Diocese, as quais aconteciam  primeiramente nas capelas, depois na matriz.


No período de realização das Missões Populares o objetivo era a participação de todos, sendo suspensos  todas as demais  atividades da paróquia. De acordo com a setorização urbana, os encontros aconteciam da seguinte maneira: na Igreja matriz reuniram-se a comunidade paroquial do setor 1 (Jd. Gutierrez, Vila Teixeira) e setor 2 (Jd. Flórida), com os Freis Geraldo Carboneira e José Carlos Morrara.


No setor 3 (Jds. Country Club, Laura e Lourdes), as Missões Populares aconteceram no Salão Paroquial “São José” (antiga AABB – atual Secretaria Municipal da Ação Social), com os freis Marcus Augusto Miranda e Antonio Aparecido de Lima, o qual comentava sempre : “Até hoje não vi nenhuma pessoa morrer trabalhando.” Na época houve resistência quanto ao espaço, pois ali realizavam-se os velórios da cidade.
O evangelho da missa de abertura foi o da parábola dos talentos. Durante os 15 dias da realização das Missões Populares, vários temas foram trabalhados pelos freis: Sentido da Vida e Sacramentos, Igreja e Confissão, Grupos de Reflexão, Namoro, Pastoral da Juventude e Nova Era, Jesus Cristo, Oração, Dízimo e Família.


As crianças participavam no período diurno, inverso ao seu período de aula escolar, os jovens e famílias no período noturno. O encerramento aconteceu no dia 08 de setembro com a realização de um momento celebrativo, procissão precedida do cruzeiro, quando foi efetuado o levantamento deste, como marco das Missões Populares, contendo a sigla SMP e a data de realização. As Missões Populares no setor 4 (Cj. Capricórnio, Jds. Maia e Araucária ) foi realizada no período de  24 de setembro a 06 de outubro de 1995, tempo em que o volume de chuvas foi grande e as Missões aconteciam na quadra de esportes coberta com uma lona, local que ficou conhecido como “Arca de Noé”.


Aproximadamente 5 mil pessoas das paróquias da Diocese, identificadas por meio de bandeirinhas da cor da sua paróquia,   acompanharam na tarde do dia 07 de outubro,  a missa em Ação de Graças, no encerramento das Missões Populares em nossa Diocese. O momento celebrativo aconteceu no Ginásio de Esportes “Belim Carollo”.

Nos dias 07, 08 e 09 de fevereiro de 1996 é realizado o tríduo em preparação a ordenação diaconal do seminarista Alziro dos Santos, a qual ocorreu  em 10 de fevereiro, com a Santa Missa  presidida pelo Bispo Diocesano Dom Virgilio de Pauli.


Entre os dias 23 de maio a 09 de junho foi realizada a 4ª Gincana Interbairros, já tradicional na comunidade. A casa paroquial foi vendida no mês de setembro e o dinheiro investido no foro da igreja, e em   novembro aconteceu a mudança para as novas dependências.


Em março de 1997 foi apresentado à comunidade o diácono Gessi de Mattos, recentemente ordenado, para colaborar nos trabalhos pastorais. Nesse   mesmo mês foi iniciado na paróquia São Francisco de Assis o trabalho de evangelização e espiritualidade, pioneiro na  diocese,  as Oficinas de Oração e Vida, conduzidas por um  casal da cidade de Maringá, Ozildo e Odete.


No dia 05 de abril de 1997, a comunidade  reuniu-se com alegria para participar da missa em ação de graças pelos 10 anos de criação e instalação da paróquia dedicada ao Pai Seráfico São Francisco de Assis, com a presença do primeiro pároco Pe. André Gautreau, de Pe. Sebastião Martiniano França que foi o segundo pároco, sendo presidida pelo  Pe. Roberto Carlos Reis.


No dia 11 de maio foi realizado o FEMUSA – Festival de Música Sacra, promovido pelo Grupo de Jovens da Paróquia JUSFRAN – Juventude Unida da Paróquia São Francisco de Assis, com a participação de muitos jovens de várias paróquias do decanato de Campo Mourão. A quinta edição da Gincana Interbairros aconteceu entre o final do mês de maio e início do me de junho.


No mês de novembro de 1997, o casal Antonio Salésio Pereira e Aparecida Duarte Pereira, assumem a presidência do Lar Dom Bosco.
Com a participação de 600 pessoas aconteceu no dia 19 de agosto de 1998, a confraternização com os paroquianos, no encerramento da Semana da Família, na Associação dos Funcionários do BANESTADO, Usina Mourão, iniciada com a Celebração Eucarística, seguida de almoço, esporte, teatro, brincadeiras e recreação.


Em 13 novembro deste ano foi contratado  os trabalhos do senhor Dirceu Rosa, artista plástico de Cascavel para as reformas no presbitério e a confecção das imagens de São Francisco, Cristo Ressuscitado e do Sacrário.


Nos dias 20 e 21 de fevereiro de 1999 foi realizada a primeira etapa de formação de missionários, em preparação às Missões Populares, contando com a participação de 250  pessoas, com os temas: comunicação, ministério da acolhida, missões, ecumenismo, introdução à Bíblia e Mariologia.
 

No dia 21 falece, depois de dias internado na U.T.I, o segundo bispo da Diocese de Campo Mourão Dom Virgilio de Pauli. A segunda etapa da formação para os missionários aconteceu nos dias 06 e 07 de março, tendo como temas: Cristologia, Espírito Santo, Sacramentais, Documento 54, 18º Plano de Ação Evangelizadora e Visitas Missionárias. A primeira visita missionária aconteceu na primeira semana de julho em toda a Diocese.
 

Em 25 de julho de 1999 foi realizada a Assembléia Paroquial com a participação de 37 pessoas. A primeira parte foi tomada para avaliação dos trabalhos pastorais e a definição de um calendário paroquial para o segundo semestre. A segunda parte foi para a eleição do CAP:
Presidente - Jair Augusto Barroso e Regina Grejanin Barroso
Vice-Presidente – Alcir Sebastião Ribeiro  e Maria de Fátima Ribeiro
Tesoureiro - Edmilson Zagui e Maria Lucia Zagui
Vice-Tesoureiro - Jovenor Malta de Campos e Lourdes de Campos
Secretário - Antonio Donizete Ribeiro e Fátima Ribeiro
Vice-Secretário – Juarez José Simão e Rose (Graça) Ferraz  Simão



Em 06  de fevereiro de 2000 toma posse como pároco Pe. Pedro Speri. Em maio desse ano na reunião do Conselho Paroquial de Pastoral-CPP, redefiniu-se a setorização, permanecendo os setores 1, 2 e 3 da forma anterior e na nova divisão o setor 4 formado pelo Cj. Capricórnio e Jd. Maia e o setor 5 pelo Jd. Araucária.



O Conselho Econômico Paroquial teve eleição e posse no dia 29 de maio de 2001, sendo composto por:
Presidente – Miguel Pedro Abudi
Vice-Presidente – Valdemar Frenerich
Tesoureira - Ilzete Lemos
Vice-Tesoureiro - Mauro Venturini
Secretária – Maria José Alencar Freitas
Vice-Secretária – Nevialinda Maria Zavadniak


Em julho de 2001, foi definido que as carteirinhas do dízimo seriam nas cores de cada setor da paróquia e que as famílias dizimistas seriam visitadas por agentes do dízimo, fortalecendo assim essa pastoral dentro da igreja. O Padre Pedro Speri, celebrou juntamente com a comunidade paroquial, familiares e o clero, o seu Jubileu Sacerdotal, no dia 02 de dezembro de 2001. A construção da sala da Ação Social e a ampliação do presbitério da Igreja, com a colocação de granito, ocorreu no ano seguinte.


Padre Pedro Speri permaneceu na paróquia até 02 de fevereiro de 2003 e no dia 03 de fevereiro assume Pe. Alziro dos Santos.  Em 09 de julho de 2003 acontece eleição para o CEP, sendo eleitos:


Presidente: Alcir Ribeiro
1º Tesoureiro: Cícero Salustiano dos Santos
2º Tesoureiro: Vanda Ambrósio
1º Secretário: Vera Lúcia da Sila
2º Secretário: Divino Salvador da Silva


Em 2003 é celebrada na Igreja  na Igreja São Francisco de Assis a ordenação diaconal dos seminaristas Carlos Cezar Candido e João da Silva.
Com a saída de Pe. Alziro dos Santos, em 02 de janeiro de 2004, o Diácono Telvi Barzotto auxiliou nos trabalhos da paróquia nos meses de fevereiro e março,e no dia 13 de março aconteceu a posse do Administrador Paroquial,  Pe. Carlos Alberto Rodrigues.



As novas peças, para  compor o presbitério da Igreja São Francisco de Assis: altar, porta círio, credencia e ambão, chegaram no dia 15 de junho e foram abençoadas pelo Bispo Diocesano Dom Mauro Aparecido dos Santos no dia seguinte. A peças foram confeccionadas  pelo artista Dirceu Rosa.
No dia 30 de julho do mesmo ano Pe. Roberto Carlos Reis assume, pela segunda vez, como pároco e Pe. Carlos Alberto é empossado Vigário Paroquial, permanecendo até o final de dezembro de 2004.


No dia 08 de janeiro de 2005 chega a paróquia o Diácono Raimundo Santana dos Reis, para colaborar nos trabalhos pastorais e a sua ordenação presbiteral  aconteceu no dia 02 de abril de 2005, sendo empossado Vigário Paroquial, permanecendo até 29 de janeiro de 2006. No dia 02 de abril de 2005 falece o Papa João Paulo II.  O novos bancos   da Igreja matriz são instalados no dia 09 de maio de 2005.


Na Assembléia Paroquial realizada no dia  11 de setembro de 2005 foram eleitos para integrarem o Conselho Econômico Paroquial – CEP:
Presidente – Juarez José Simão
Vice-Presidente – Cleso de Oliveira
Tesoureiro - Edmilson Zagui
Vice-Tesoureiro - Edvaldo de Souza
Secretário – Jorge Luiz Tonet
Vice-Secretário – Adair José Teodoro



Em  02 de maio de 2006  Pe.Edinaldo Velozo da Silva é empossado  Administrador Paroquial e Pe. José Gonçalves como Vigário Paroquial,  em missa presidida pelo Bispo Diocesano Dom Mauro Aparecido dos Santos.
No mês de junho, com o desejo de que os fiéis se aproximassem mais do Sacramento da Penitência,  é iniciada a construção do Confessionário e da nova sacristia. No dia 15 desse mês  é realizada a Missa Solene de Corpus Christi, às 15h, com a procissão do Santíssimo Sacramento que saiu da Catedral diocesana de São José em direção e término em nossa Paróquia.
O novo Confessionário e a nova sacristia foram abençoados por Dom Mauro Aparecido dos Santos , na missa solene de São Francisco de Assis, no dia 04 de outubro, no dia 16 é iniciada a construção da Capela do Santíssimo Sacramento no local onde era a antiga sacristia.


Em novembro de 2006 acontece a inauguração da Capela de Adoração Perpétua Santa Paula Elizabete, antiga capela da Vila Carolo, em missa presidida por Dom Mauro Aparecido dos Santos e concelebrada por Dom Ottorini Assolari, Bispo Diocesano de Serrinha – BA, com a presença de  vários padres, diáconos, religiosos, religiosas, seminaristas e grande número de fiéis.  O Pe. José Gonçalves de Almeida deixa a paróquia em 27 de janeiro de 2007 e toma posse na Paróquia Divino Espírito Santo de Fênix-PR, no dia 28 de janeiro.


No mês de julho a paróquia recebe o Decreto de Retificação da Divisão da Paróquia São Francisco de Assis. Na Assembléia Paroquial realizada dia 16  de setembro de 2007, ocorreu  a  eleição para o Conselho Econômico Paroquial – CEP,  período de 2008/2010, sendo constituído por:  

Presidente : Cícero Salustiano dos Santos
Vice-Presidente : Jair Calefe
1º Tesoureiro :  Marcelo Belan
2º Tesoureiro : Édia Maria Lemos  implantado  atuante
1º Secretário : Telma Pretel Brandão Vecchi
2º secretário : Gelsita de Souza Lemos


No dia 17 de outubro de 2007 Padre Edinaldo Velozo da Silva toma  posse  como pároco da paróquia São Francisco de Assis.
Dom Francisco Javier Delvalle Paredes é ordenado Bispo Diocesano no dia 24 de Janeiro de 2009 e no dia 22 de março é realizada  a abertura solene do Ano Jubilar  da Diocese. Dentro da programação do Ano Jubilar Diocesano a nossa paróquia recebeu em 03 de junho a imagem do padroeiro diocesano São José. A abertura do Ano Sacerdotal aconteceu no dia 19 de junho com objetivo de ressaltar a importância da missão dos sacerdotes. No mês de agosto, no encerramento da Semana da Família, é realizado o casamento comunitário de 19 casais.


No dia 10 de abril de 2010 aconteceu a inauguração da reforma e modernização do Salão Paroquial. Em  04 de junho começam as atividades do Grupo de Jovens – JUCAF, com 35 integrantes. Ainda neste mês a comunidade e amigos da Paróquia São Francisco de Assis, uniram-se e presentearam  Pe. Edinaldo com  a viagem para Itália, Roma, para participar  do encerramento do Ano Sacerdotal em comunhão com sacerdotes do mundo inteiro que reuniram-se em oração com o nosso Papa Bento 16.  Recebemos no  mês de Junho o Decreto episcopal Nº 020/2010 de Dom Javier Delvalle Paredes, Bispo Diocesano, o qual trata sobre a Incorporação da Capela de Adoração Perpétua Santa Paula Elizabete Cerioli à Jurisdição canônica da nossa Paróquia São Francisco de Assis.


No mês de outubro de 2010  foram iniciados os primeiros contatos para a criação do setor 6 que abrange os bairros Shangrilá, Flora I, Flora II, seguindo pela Avenida Armelindo Trombini até o Residencial Village das Hortênsias e no dia 25 de novembro foi realizado um estudo sobre “Jubileu”, com o Pe. Dr. Jurandir Coronado Aguilar.



No dia 03 de abril de 2011, com a igreja totalmente ocupada por paroquianos e amigos, celebramos a Abertura do Ano Jubilar da Paróquia São Francisco de Assis. Junto com a fina garoa que caia nessa manhã, aconteceu a chegada das bandeiras com a logomarca do Jubileu, sendo conduzidas por jovens e crianças ao som do Hino do Jubileu, que foi composto por Juarez José Simão. O som do berrante anunciou o início da celebração presidida pelo Bispo Diocesano Dom Francisco Javier Delvale Paredes, concelebrada pelo  pároco Pe.Edinaldo Velozo  da Silva, Pe. André Gautreu, primeiro pároco da paróquia São Francisco de Assis, Pe. Jurandir Coronado Aguilar, pároco da Catedral São José, Pe. Marcos Prim da Paróquia Santo Antônio de Farol e o Diácono Barzotto.


Dom Francisco Javier recebeu a Vela do Jubileu das mãos da coordenadora paroquial  da liturgia  Elizete Brito, a acendeu  e entregou-a  nas  mãos de Padre Edinaldo para colocá-la no porta-círio. Momento importante foi a vestição de quinze crianças como coroinhas, recebendo  a capa litúrgica de  Padre Edinaldo e o crucifixo de Dom Francisco Javier,  e 60 jovens receberam o sacramento da  Crisma.


A poetiza Maria Ilisa declamou a poesia de sua autoria, “25 anos de História” e a  comunidade presenteou o Bispo, Padres e Diácono com a estola do Ano Jubilar. Após a missa todos foram convidados a visitar o painel histórico instalado na secretaria paroquial.


Em 05 de maio a comunidade participou da Romaria até a Capela de Adoração Perpétua Santa Paula Elizabeth, em um momento de louvor e adoração, na  programação jubilar. No dia  04 de junho comemoramos  o primeiro aniversário do Grupo de Jovens JUCAF, jovens evangelizando jovens e em 11 de junho na missa sertaneja aconteceram as primeiras provas da Gincana do Jubileu com as equipes: Interlago, Paz e Bem, Tá na Hora, Pé na Tábua,  e Paz e Amor. No dia 19 de junho, no período da manhã, na Solenidade da Santíssima Trindade, foi celebrada Santa Missa, com a presença das famílias participantes dos Grupos de Reflexão, sendo servido em seguida  um delicioso café da manhã, em comemoração do Dia da Partilha. Neste mesmo dia, às 17hs, a comunidade  participou do Lançamento do 19º Plano de Ação Evangelizadora de nossa Diocese,na Catedral São José, quando  juntos   assumimos as três prioridades propostas: catequese, juventude e família.



A visita da imagem peregrina de Nossa Senhora do Roccio foi no dia  07 de julho, vinda da cidade de Araruna, em  Missa presidida pelo Padre Ademar do Santuário  do Roccio e em 10 de julho aconteceu a missa de envio dos 120 missionários para a primeira visita às famílias do Setor 6 e Av. João Bento, que através do decreto 97/2007, passaram  a integrar o território paroquial. Na celebração, Padre Edinaldo pôs o lecionário nas mãos da coordenadora Nivea,  abençoando assim o trabalho missionário.


As visitas aconteceram no período de 11 a 16 de julho, sendo entregue em cada casa visitada um folder contendo: o mapa urbano da paróquia, decreto 97/2007, símbolo do jubileu, oração de São Francisco de Assis e o texto bíblico Lucas 4, 14-21 e no dia  17 a missa  em ação de graças pelas visitas foi celebrada pelo padre Ricardo Arica, com a participação dos missionários e algumas famílias visitadas.


A prova solidária da Gincana do Jubileu arrecadou  para a Farmácia Comunitária  58.410 quilos de medicamentos.
Às 10hs, do dia 14 de agosto na abertura da Semana Nacional da Família aconteceu a grande carreata com a participação de 92 veículos, e no período da noite a celebração eucarística em comemoração do Dia dos Pais. O  encerramento foi no dia 20 de agosto com a celebração do casamento comunitário.
A segunda romaria até a Capela de Adoração Perpétua no Ano Jubilar realizou -se no dia 01  de setembro e no dia 07 foram realizadas  as provas esportivas da Gincana do Jubileu, com a participação de aproximadamente 300 pessoas.





No período de 26 de setembro a 04 de outubro foi realizada a Novena do padroeiro São Francisco de Assis, com o tema: “Paróquia São Francisco de Assis, 25 anos respondendo ao chamado “Vai e reconstrói a minha Igreja”.  Na primeira noite a novena foi presidida por Padre Lucas de Pelis, Vigário Geral da Diocese e o lema: Paróquia São Francisco de Assis, sendo um instrumento de Paz. Deixou na sua homilia a mensagem “ ...a bandeira da PAZ é branca porque pode ser pintada de todas as cores...”.

O lema da segunda noite foi: "Paróquia São Francisco de Assis, sendo um instrumento de Amor", celebrada pelo pároco Pe. Edinaldo Velozo da Silva, que lembrou a todos “...o AMOR foi o construtor desta comunidade...”.

O Padre Sebastião Martiniano França, presidiu a terceira noite : "Paróquia São Francisco de Assis, sendo um instrumento de Perdão". Disse Pe. Sebastião: “... Paróquia São Francisco de Assis, meu primeiro amor...”. “... olhar para o passado e pedir PERDÃO...”.

Com o lema "Paróquia São Francisco de Assis, sendo um instrumento de Fé",  a quarta  noite foi presidida por Pe. Carlos Alberto Rodrigues da Silva, refletindo que “... a FÉ não se explica. Ela está  dentro de nós e gera conquistas...”.

Na continuidade, o Pe. Gessi de Matos que também trabalhou na paróquia presidiu a Santa Missa,com o lema  "Paróquia São Francisco de Assis, sendo um instrumento da Verdade", refletiu na homilia que “...somos elo de VERDADE para nossos irmãos...”.

Celebrando a sexta noite da novena, Pe Roberto Carlos Reis, com o lema "Paróquia São Francisco de Assis, sendo um instrumento de Esperança", destacou  “...que nossa vinha produza frutos  que encham a vida de nossos irmãos de ESPERANÇA cristã...”.

No dia 02 de outubro,no sétimo dia da novena com a presença do Pe. José Gonçalves, o lema foi "Paróquia São Francisco de Assis, sendo um instrumento de Alegria" e deixou a mensagem “... ALEGRIA em servir a Cristo...”.

No dia  03 de outubro esteve presente Padre Pedro Speri celebrando com o lema "Paróquia São Francisco de Assis, sendo um instrumento de Luz", salientando que “...Reconstruir é ser Luz...”.

No dia 04 de outubro a celebração foi presidida pelo Bispo Diocesano Dom Francisco Javier com o lema "Paróquia São Francisco de Assis, sendo um instrumento de Paz e Bem", enfatizando que ...” devemos viver na comunidade em espírito de PAZ E BEM...”.

Nesta noite, também fazendo parte da Gincana do Jubileu aconteceu a apresentação do Coral do Jubileu, com 25 vozes, entoando o Hino Jubilar e a vestição de  15 crianças na função de coroinhas.



Para a  festa do padroeiro, 02 de outubro de 2011, as equipes da Gincana confeccionaram bolos com a logo dos 25 anos da paróquia, que foram colocados em leilão. Pe. Pedro Speri, Pe. Roberto Carlos Reis, Pe. Sebastião Martiniano França e Diácono Barzotto participaram do almoço, juntamente com Pe. Edinaldo Velozo da Silva.

No período de 23 a 30 de outubro, aconteceu a segunda visita missionária às famílias pertencentes aos novos bairros da paróquia São Francisco de Assis. Na visita foi entregue  um folder contendo o símbolo do 19º Plano Diocesano da Ação Evangelizadora, nominadas as pastorais/movimentos e serviços existentes na paróquia, fotos dos padres que aqui  trabalharam,  letra do Hino Jubilar composto por Juarez José Simão,  poesia 25 anos de História da poetiza Maria Ilisa Voidelo Cintra, texto bíblico Lucas 10, 1-9  e a mensagem do pároco Pe. Edinaldo.



De 04 de novembro  a 14 de dezembro aconteceu a  peregrinação da imagem do padroeiro São Francisco de Assis, até as capelas, na zona rural.  Foi  um momento ímpar, no qual foi possível realizar uma experiência coletiva e individual de conversão e de missionariedade. Um verdadeiro encontro de famílias que teve início na Capela Santa Clara, em seguida  a   Capela Nossa Senhora Aparecida (fundos da usina),Capela N.S. de Fátima (Faz. Monte Negro);Capela N.S.Aparecida (Granja Nordeste,Capela N.S.Aparecida (Vila Guarujà) e Capela Sagrado Coração de Jesus (Cama Patente), com a celebração da Santa Missa.  Seguiu-se a mesma cerimônia em todas as capelas, com a entronização da imagem do padroeiro e da vela do jubileu, preparada para este momento.



No dia 06 de novembro o Vigário Geral da Diocese Padre Lucas de Pellis ministrou a Crisma para 56  jovens da paróquia.

Na Festa de Cristo Rei, 20 de novembro, também foi comemorado o Dia do Leigo, já tradicional em nossa paróquia. A confraternização aconteceu na Chacará da Fiorella, iniciando  com a celebração da Missa. Aconteceram provas da Gincana do Jubileu com a imitação de políticos conhecidos, cantores, apresentação de piadas e o festival de gols, feminino e masculino. 350  paroquianos participaram do Dia do leigo.



O Baile  da  Rainha do Jubileu, foi realizado em 10 de dezembro, com as princesas : Equipe INTERLAGO -  Nayara Cristina Ambrósio; Equipe TA NA HORA - Ariádne Oliveira Miranda; Equipe PÉ NA TABUA - Danielle Sanchez da Silva; Equipe PAZ E BEM - Vanessa Maciel Kopiak e Equipe PAZ E AMOR- Francielly Greczysczyn Silva. Foi eleita rainha, Danielle Sanchez da Silva da Equipe PÉ NA TABUA.  O baile foi realizado no Salão de Festas da Igreja e contou com  participação da comunidade paroquial.



A partir  dia 18 de dezembro, a celebração das missas  aconteceram  no Salão de festas, em virtude da reforma, ampliação e modernização da Igreja.



Em  21 de dezembro encerrou-se a Novena de Natal sendo encenado o “presépio vivo”, com os integrantes do Grupo de Jovens da paróquia JUCAF e, logo após a confraternização paroquial de final  de ano com a participação de centenas de paroquianos.  Na segunda prova solidária da Gincana do jubileu, encerrada no dia 23 de dezembro,  foram arrecadados aproximadamente mil quilos  de alimentos, para compor a Cesta de Natal das famílias assistidas pelos Vicentinos.



A missa do Natal do Senhor, foi um momento forte de espiritualidade na vida da comunidade, quando os integrantes do Grupo de Jovens JUCAF encenaram o “ presépio vivo” e na missa da Mãe de Deus, aconteceu a investidura de cinco novos Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística.


No mês de janeiro de 2012 continuaram as obras na Igreja, com as missas sendo celebrada no Salão Paroquial. A reunião  de oficialização do Setor 06 , foi realizada no dia  04 de fevereiro, tendo como primeiro casal coordenador  Edylo e Viviane Brito e no  dia 11, aconteceu a Assembléia Paroquial, com a participação de 83 agentes de pastorais, centrada no estudo do 19º Plano Diocesano da Ação Evangelizadora.


Na abertura da Assembléia Paroquial,dia 11 de fevereiro,Pe. Edinaldo enfatizou “o 19º  Plano Diocesano da Ação Evangelizadora é uma riqueza para a Diocese.” Padre Gaspar Gonçalves da Silva  expôs sobre a criação e desenvolvimento do Plano. Fábio Sexugi, coordenador do Setor Juventude, apresentou os 3 projetos da prioridade JUVENTUDE, Marcelo Zati falou sobre  os projetos da prioridade CATEQUESE  e os 3 projetos da prioridade  FAMÍLIA foram apresentados por José Lafaete e João Magro da pastoral familiar Diocesana.


Irmã Helena Makyama, Coordenadora Diocesana das CEB´s iniciou a sua participação promovendo um momento de descontração entre os participantes. Em seguida aconteceu  a leitura do Evangelho  de Lc 24, 13-35 e  através de símbolos os participantes foram  levados  a refletir e interiorizar a caminhada dos Discípulos  de Emaús.  Também foi comemorado neste dia os seis anos de Ordenação Presbiteral de Pe. Edinaldo, sendo a missa de Ação de Graças, concelebrada Vigário Geral da Diocese Pe. Aédio Odilon Pego e no final da celebração Pe. Edinaldo abençoou os agentes de pastorais enviando-os para a missão no ano de 2012.



No dia 10 de março ,  na missa das 19h, as cinco equipes da Gincana do Jubileu apresentaram a História da Paróquia e o Resgate da História com os catequizandos aconteceu no dia 24.



No dia 08 de abril, Domingo de Páscoa, a comunidade paroquial, amigos e visitantes participaram da  Celebração Eucarística  em comemoração aos 25 anos da paróquia São Francisco de Assis, encerramento do Ano Jubilar, Primeira Eucaristia de 54 catequizandos, encerramento da Gincana do  Jubileu e a entrega da Reforma, Ampliação e Modernização da Igreja para a comunidade.


A missa foi presidida pelo Arcebispo de Cascavel Dom Mauro Aparecido dos Santos, contando ainda com a presença  do Vigário Geral da Diocese Pe.  Aédio Odilon Pego, o primeiro pároco da Paróquia São Francisco de Assis  Pe. André Gautreau, Pe. Valdecir Liss da Paróquia Nossa Senhora do Caravággio, Pe. Sidinei Teixeira Gomes da Catedral São José, Pe. Markus Prim da Paróquia Santo Antônio de Farol, Pe. Ediberto Henrique de Mercena da Paróquia  de São Pedro de Corumbataí do Sul, o Reitor do Seminário Diocesano Maior de Filosofia Nossa Senhora de Guadalupe  Pe. Paulo Roberto de Lima  e o Diácono Telvi Barzotto .


"O sepulcro está vazio! Que bom receber esta notícia", palavras de Dom Mauro, durante  sua homilia, se referindo à Páscoa. Sobre a celebração do Jubileu de Prata, o arcebispo parabenizou os pioneiros, representados pelo primeiro pároco Pe. André, e os atuais líderes e comunidade, representados pelo atual pároco, Pe. Edinaldo.



Os coordenadores das 5 equipes da Gincana do Jubileu : Interlago, Paz & Bem, Tá na Hora, Pé na Tábua e Paz e Amor,  que desenvolveram atividades durante o Ano Jubilar  estiveram presentes e participaram do anuncio do resultado da Gincana, sendo vencedora a Equipe Interlago. 

Iniciando a celebração eucarística os símbolos da  5ª Jornada da Juventude: A Cruz Peregrina, o Ícone da Virgem Maria e a imagem da Jovem Beata Chiara Luce, Padroeira da 5ª JDJ, foram entronizados  pelo Grupo de Jovens JUCAF.  Dom Mauro Aparecido dos Santos, abençoou a água e aspergiu  as portas e paredes da Igreja sendo também descerrada a  placa comemorativa da reforma, ampliação e modernização da Igreja.  Pe. Edinaldo entregou a Dom Mauro uma estola personalizada dos 25 Anos da paróquia, lembrança da comunidade. O  clero  e os Coordenadores Paroquiais das pastorais foram presenteados com um porta caneta  decorativo.



Encerrando a celebração Pe. Edinaldo recebeu um quadro contendo imagens das atividades realizadas durante o Ano Jubilar. Nesta celebração vibrante e alegre, a grande família da paróquia São Francisco de Assis celebrou esta grande festa. E assim, durante o Ano Jubilar, cada uma das atividades nos permitiu contemplar e reviver a história de nossa paróquia.



Outros 25 Anos virão e que possamos vivenciá-los com Paz e Bem!


O relato dos 25 anos de história da Paróquia São Francisco de Assis foi elaborado por Nevialinda Maria Zavadniak, com base em textos extraídos do Livro Tombo da paróquia, depoimentos de pioneiros, Livro Tombo da Catedral São José e a participação pessoal/ comunitária a partir de 1995.
 

Colaboração Rosemere Scheffer Hundsdorffer.
Dezembro de 2012.

 

                                                      Banner do Jubileu Comemorativo dos 30 anos da Paróquia São Francisco de Assis -

 

 

 

 

© Copyright Paróquia São Francisco de Assis. Todos os direitos reservados.